Comer fruta no lowcarb é permitido?

Claro que sim!! Como já falamos por aqui, lowcarb não é um alimento, lowcarb não é uma dieta e sim uma estratégia nutricional. E as frutas? Comer fruta no lowcarb é permitido?
As frutas são carboidratos e devem ser consumidas de acordo com a quantidade necessária para você, por isso a importância de uma alimentação direcionada e individualizada.
Podemos dizer que as frutas são as guloseimas da natureza. São ricas em fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes importantes para a nossa saúde, mas, diferente dos legumes e verduras, são também ricas em frutose, o açúcar da fruta.
E essa tal frutose? Será que faz mal?

A frutose é o monossacarídeo predominante em várias frutas, em diferentes proporções, e também em alimentos, como leguminosas,  vegetais e mel.
A frutose artificial é muito usada como ingrediente de produtos e bebidas industrializados, justamente pelo seu concentrado poder adoçante, sendo considerado o mais doce dos açúcares. Ela tem baixo custo, alto teor de doçura e com um péssimo impacto em nossa saúde. Estudos mostram uma relação do consumo desse tipo de açúcar com o aumento dos índices de doenças como obesidade, hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares.
Xarope de glicose e milho são certamente um dos piores ingredientes que você pode ingerir ou oferecer para seus filhos! Infelizmente são uns dos ingredientes encontrados com mais freqüência nos produtos industrializados
Por isso é tão importante ter o hábito de ler sempre a lista de ingredientes dos produtos alimentícios adquiridos e assim evitar esse tipo de ingrediente.

 O pior tipo de frutose não é a das frutas, e sim aquela adicionada pela industrias como adoçante de alguns produtos.

Com relação as frutas, a natureza sabiamente as fez associadas à fibras, que atua criando uma resistência no tempo de absorção do alimento.

Certamente as fibras, vitaminas e antioxidantes vindos das frutas são benéficos ao nosso corpo. Mas a partir do momento que esse consumo é exagerado, seja em tamanho de porção, freqüência ou exagero de consumo de frutas doces, isso pode sim se tornar um problema.
É preciso saber escolher os melhores tipos de frutas, de acordo com o seu perfil e seus objetivos.

Ao contrário da glicose, frutose é metabolizada em grande parte no fígado.

E é lá que todo excesso de frutose consumido é transformado em gordura.

É por isso que há uma relação direta entre o consumo de frutose e esteatose hepática não alcóolica. Muitas pessoas que apresentam essa condição, nem imaginam que ela pode acontecer pelo consumo exagerado de frutas ou suco de frutas.

Não precisa ter medo de comer frutas, basta aprender a consumi-las com consciência e ajustando as escolhas e quantidades de acordo com o seu perfil e seus objetivos.

Ana Paula Martins

Nutricionista

Sou formada há mais de 15 anos em nutrição, nunca me conformei apenas com números e calorias, sempre acreditei que houvesse mais a respeito do alimento e como ele se comporta em nosso organismo, sempre achei que o indivíduo deveria ser olhado como um todo, foi então que decidi me especializar e busquei na nutrição funcional, o caminho para encontrar minhas respostas. Me especializei em nutrição clínica, fitoterapia e em nutrição esportiva, pelo Centro de Ensino Valéria Pascoal. Sempre acreditei que a busca pelo conhecimento, poderia mudar a vida dos meus pacientes. E assim até hoje, busco me atualizar sempre, pois a nutrição é uma ciência em movimento.