Um novo ano. Faça diferente, faça a diferença.

Um novo ano. Faça diferente, faça a diferença.

Esta é a época do ano em que começamos de novo, com uma folha de
papel em branco para escrever mais um capítulo do livro de nossas vidas e pensarmos nas possibilidades que o ano novo nos oferece.

Esta época nos convida a refletir sobre o ano que se passou, sobre aquilo que você pode aprender, crescer, se desenvolver…

Infelizmente, para a maioria das pessoas, esse tipo de oportunidade passa batida. É comum que se faça resoluções apenas para quebrá-las dentro de uma semana ou duas.

Não sou praticante de resoluções de ano novo, pois quase sempre dizem
respeito a algum tipo de intenção realizada de uma forma leviana, sem
estrutura, que não se sustenta.

Este ano eu te convido a fazer diferente!

Vamos criar aspirações que realmente irão acontecer. Vamos sonhar com o coração, e depois fazer um uso adequado da mente para elaborar um
plano que torne estes sonhos uma realidade.

Como você quer que seu ano seja?

Reserve alguns minutos para refletir sobre o ano passado. Localize
dentro de si suas vitórias e seus erros.

Depois, agradeça por ambos (vitórias e erros), e diga adeus ao que se
passou.

Agora é hora de pensar sobre o próximo ano… o que você quer criar com esta linda tela em branco?

Quais áreas da minha vida precisam de um refrescante? Saúde física,
Saúde mental, relações, finanças, trabalho?

Quais são os principais aspectos onde quero colocar o foco de minha
atenção? Quais seriam minhas 5 prioridades?

Separe dois ou três minutos agora para anotar as suas prioridades.

Por que isso é importante?

Dê uma olhada na lista que acabou de escrever e pergunte-se: por que
isso é importante pra mim? Por exemplo: é realmente importante pra
mim evoluir minha Saúde física? Se sim, por quê?

Toda meta envolve algum tipo de esforço. Envolve disciplina, foco, dedicação. Se você não tiver clareza sobre o valor daquele objetivo para você,
com certeza não conseguirá superar o desconforto. Não conseguirá pagar este preço.

Próximo passo: que rituais você pode criar?

A melhor maneira de fazer grandes coisas, é criar rituais diários que
você pratica todos os dias (abrindo raras exceções, quando não é
possível).

Um ritual é uma prática especial, “sagrada” no sentido de que você dá
prioridade máxima pra ela a cada dia. Todos os dias, você separa um
espaço de tempo pra esse ritual. E você realmente se dedica a este ritual.

Um bom exemplo é a prática do silêncio matinal. Você acorda todos os
dias, mantendo seu celular desligado (importante). Na sequência, atende aos chamados da Natureza, vai ao banheiro, toma banho. Hidrata seu
corpo. E aí se senta em alguma poltrona, ou mesmo no chão, na posição
que for mais confortável, num espaço que você cria para fechar os olhos, respirar e olhar para dentro.

Você começa com 5 minutos de respiração e auto-observação, definidos
por um cronômetro. Depois, pode ampliar na semana seguinte para 10
minutos, incluindo um período para agradecer pelo que você é, pelo que você vive, e pelas coisas preciosas que você tem em sua vida.

Aos poucos você vai ampliando isto, até que perceba uma mudança
profunda na estrutura da sua mente, que reflete na forma como você interage com a realidade. E vai construindo a meta de praticar uma vida mais meditativa, mais consciente, mais atenta… e mais apreciativa.

(Este é apenas um exemplo, você não precisa fazê-lo dessa maneira).

Neste ritual, você tem uma estrutura e uma seqüência regular … e não se engane: há grandes chances de algo em você se rebelar contra esta
estrutura. Criar motivos e justificativas para você abandonar este ritual…mesmo que só por hoje. E hoje de novo. E hoje mais uma vez.

Aí é que você mostra quem você é, revelando sua força interior que te
permite OBSERVAR suas resistências e, mesmo assim, permanecer na
prática…. suportando o desconforto até que ele desapareça.

Assim, você vai realizando seu objetivo, sua meta… mas ao mesmo tempo vai desenvolvendo outras qualidades. Foco. Força de vontade.
Resiliência.

Os rituais podem ser transformadores. Experimente com isto!
Mas experimente com método, de uma forma estruturada.

Escolha uma hora e lugar. Em que espaço você vai fazer? A que horas
do dia? Seja específico.

Anote em sua agenda. Coloque um lembrete digital em seu smartphone.

Anote seu ritual. Quando é hora de fazer seu ritual, o que você fará?

Anote a sequência do seu ritual. No papel. Até que, através da prática
frequente, ele se transforme em um hábito natural.

O próximo passo será avaliar o que este ritual tem feito por você.

Revise os acontecimentos diariamente, semanalmente e mensalmente.
Esta revisão não precisa ser longa, apenas passe seus olhos sobre suas
metas.

Se você não tem, crie um diário. Escreva neste diário seus progressos em relações às suas metas e prioridades, e o que ainda falta melhorar em
relação a isto.

Definir suas prioridades, encontrar dentro de si as razões que irão dar
suporte para seus esforços de transformação, criar rituais que irão implementar e consolidar esta transformação e revisar constantemente suas
metas, sempre corrigindo o curso é o que chamamos de um bom plano.
Estruturado.

É que isto que queremos, ao invés de uma simples resolução de ano 
novo sem substância.

Tenho certeza de que implementar esta estrutura tem o potencial de
ajudar você a viver o melhor ano que você já viveu até hoje. O primeiro
de muitos.

Feliz 2020
Q